SOMBRAS SOMENTE

11 dezembro, 2006
  UM CÁLCULO MATEMÁTICO SOBRE A CALCINHA DA ADRIANE GALISTEU
href="http://photos1.blogger.com/x/blogger/4616/3960/1600/752513/16.jpg">
O leitor que já teve a paciência de ler todas as minha matérias sabe que tenho lá no final desse blog, um pequeno texto em que faço três previsões baseadas em métodos puramente científicos.
Em uma delas, anunciei que Adriane Galisteu perderia o seu programa de auditório e dificilmente se manteria no ar por mais alguns anos.
Não deu outra.
E não tem nada de bruxaria.
Qualquer um que fizesse uma análise apurada dos fatos, poderia ter previsto isso.
Pois como foi que essa pessoa entrou no ‘show business’?
Numa maravilhosa carona no carro desgovernado que no primeiro domingo de maio de 1994, conduziu Ayrton Senna à morte.
Graças a isso, somente a isso e nada mais do que isso, ela conseguiu alcançar o estrelato.Sem ter, comprovou depois, nenhum valor para o mundo artístico ou das comunicações.
Agora tem que mostrar a xaninha, na tentativa desesperada de ganhar algum espaço na mídia.
Não se deixe enganar, caro leitor.
A probabilidade de nossas famosas exibirem de forma ‘descuidada’ a periquita, matematicamente é bastante improvável.
Vamos analisar?
Os números poderão não ser exatos, mas certamente, não estão muito longe da realidade.
Somos 180 milhões de brasileiros e calculando que 48 por cento são homens nos sobram 93.600.000.
Quantas dessas mulheres têm o hábito de andar sem calcinha?
Acredito que isso não seja tão normal, e diria que apenas uma em cada quarenta e cinco, goste de deixar a prexequinha mais liberta.
Que número passa-se a ter?
É só fazermos a divisão, e isso resulta em 2.080.000.
Acontece, meu caro leitor, que nem toda calcinha tem relevância.É preciso descontar de tal valor um percentual referente a mulheres de idade bem avançada, de crianças ou outras que sob diversos critérios, ninguém faria o menor comentário sobre uma ‘perseguida’em oferta visual.
Vamos subtrair trinta por cento, então.Acredito que seja um cálculo razoável.
Ficamos com 1.456.000.
Mas quantas de tal número estão inseridas no mundo artístico?Sem importar, pelo menos por enquanto, o nível desse mundo artístico.
É difícil esse cálculo, mas eu acredito que não mais do que uma em setecentas mulheres se dedique às artes.
É só dividir.
Ficamos com 2.080.
Mas nem todo artista tem fama.
Quantos desses podemos dizer que estão inseridos no ‘show business’?
Acredito que se disser que apenas um em cada 15, não esteja sendo tão pessimista.
Dividindo novamente, sobram 139 mulheres.
Vamos esquecer os espaços amostrais e tentemos agora visualizar o que poderíamos determinar dentro das considerações das probabilidades aleatórias e epistemológicas, se assim não for muita burrice eu tratar esse estudo de Laplace.
Qual é a possibilidade de uma bela moça escancarar as pernas de modo a ficar visível as suas partes íntimas em uma reunião social?
Porra...!
Eu costumo dar minhas ‘secadas’ e poucas, bem poucas vezes, obtenho sucesso. É bastante difícil sermos proporcionados com essas rápidas felicidades. Diria que consigo ver ponta de calcinha, uma em cada setenta vezes.
Fazendo as contas...
Sobraram agora duas mulheres.
Mas a possibilidade de tal pessoa estar sem calcinha num ambiente repleto de fotógrafos e acidentalmente abrir as pernas no exato momento em que as objetivas estão dirigidas para o meio de suas coxas, diminui as probabilidades num espaço de um para cento e sessenta, pelo menos.
E dois divididos por cento e sessenta, resulta em 0,0125.
0,0125.
Essa é a probabilidade de Adriane Galisteu ter sido flagrada acidentalmente sem calcinha.
Teria que ter perto de cem vidas para tal ocorrência se tornar mais consistente em possibilidades.
Ora, caro leitor.
Convenhamos.
Tá mostrando a xoxota propositadamente, sim.
Quer lembrar a todos que ainda existe e não tem outro meio para recorrer.
Os marmanjos de plantão agradecem e torcem para que ela não consiga outro emprego.
Quem sabe, talvez acabe fazendo até um filme pornô.
Isso agora virou moda.
Alguns ‘artistas’ estão tentando voltar para a mídia, dessa forma.
Parece que estou vendo o DVD exposto nas locadoras.
“Adriane Galisteu testando os pilotos de teste da Ferrari”.
“Galisteu trepando no macacão da Williams”.
“Adriane em mais uma dobradinha”.
Que maravilha.
Ela deitada com sósias do Schumacher, Alonso, Felipe Massa...
Pena que todos são muito rápidos.
O amor é muito rápido.
O filme quase no fim...
Ah...!
Tá chegando o Rubinho Barrichello.
Atrasado como sempre.
Vai ser o último a comer.
 
Comments:
CADÊ A FOTO DA XAVASCA SEM CALCINHA DA GALISTEU?
 
Sem contarmos os casos repitidos da britney spears... o mundo está cada vez mais sendo levado pelos instintos sexuais... :/ isso é extremamente ruim em meu ponto de vista... essa superexposição está se tornando cada vez mais comum, na minha opinião o mundo caminha para um abismo...

Db
 
Ela, Juliana Paes e outras. Todas descuidadas, pobrezinhas!

Adorei o fim do texto, Sombras. Pobre Rubinho! rs

Um abraço,

Mariana
 
Ainda bem que é a Galisteu. Já pensou se atores falidos, tipo Dado Dolabella, começarem a andar com calção sem cueca ???
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home
ENCONTRE-ME NO ORKUT USUÁRIO SOMBRAS SOMENTE

Minha foto
Nome:
Local: Brazil

Não sei.

ARCHIVES


Powered by Blogger

contador de visitas
contador de visitas